Tooncast: um canal abandonado

Tooncast: um canal abandonado

Canal tem potencial para se tornar uma grande plataforma para o público infantil, mas passa por descaso. 

O Tooncast é uma daquelas raras fontes de nostalgia que te trazem a alegria de voltar no tempo e matar a saudade dos clássicos desenhos que compunham a grade dos primeiros anos da Cartoon Network em seu auge, muitos da Hanna Barbera. Eu simplesmente adorei quando lançou, apesar de a vida adulta, cheia de responsabilidades, me privar de assisti-lo a maior parte do tempo, tendo acesso à sua programação em períodos raros e bem breves, estava feliz por poder relembrar os tempos de infância em que os desenhos, apesar de sua baixa qualidade, eram repletos de enredos bem originais e personagens excêntricos reciclados até os dias de hoje para as novas gerações.  Podemos dizer que o canal foi feito para os antigos fãs da Cartoon e Boomerang e para o atual público infantil que deseja conhecer os clássicos de seus pais e avós. É uma plataforma que tinha tudo para se popularizar como um dos mais populares canais infantis, concorrendo com as gigantes CN, Gloob, Disney Channel e Discovery Kids, mas o que vemos é totalmente o contrário. Muitos fãs nostálgicos já o deixaram de assistir e o canal já não aparece nem mesmo na lista do ibope. E podemos apontar as causas deste triste quadro.

Pra começar, o canal é de propriedade da Warner Bros. Entertainment e administrado pela Turner International, que administra uma infinidade de outros canais, como a própria Cartoon Network, Boomerang, TNT e TNT Series, Space, TBS, além de todos os canais CNN, inclusive o recém-nascido brasileiro. E é curioso todos estes canais contarem com uma programação tão bem elaborada, exceto a Tooncast, que contando apenas com um público seleto, amante da nostalgia, não contar. Com este período de quarentena, liguei no Tooncast em busca de um entretenimento que consumia sem compromisso quando era menor, buscando o prazer de uma boa nostalgia com meus sobrinhos e o que vi foi decepcionante. Uma programação aleatória que parecia feita aos rabiscos e sem nenhum compromisso com o público. Não havia nenhum anúncio de horário e absolutamente nenhuma linguagem direta com o telespectador. O canal parecia estar programado por computadores sem ninguém para supervisionar. Como se não bastasse, as vinhetas, apesar de ótimas, extremamente repetitivas, tornando a grade batida.

Quando fui entrar no site, não tive mais dúvidas de que o canal havia sido jogado às traças. Encontra-se na página apenas a grade de programação. Ainda esperançoso, fui conferir as redes sociais e o que encontrei foi uma fan-page sem nenhum conteúdo relevante, sem nenhuma opção de interação com os internautas, com imagens vagas e posts desatualizados.

O canal, que poderia ser uma referência de nostalgia, podendo cativar até as novas gerações, é tratado com desdém e sem nenhuma importância. E que potencial a marca Tooncast possui. De forma nenhuma o canal deve ser visto como um rival ao Cartoon Network, mas sim como um complemento, assim como o Canal Viva exibe as produções clássicas da TV Globo.

Resumindo: falta tudo para o Tooncast. Falta comunicação com o telespectador, falta inovação, falta criatividade e principalmente, falta publicidade.

Como um canal que resgata a antiguidade, o Tooncast poderia exibir em sua grade os quadros e blocos especiais da antiga Cartoon Network e os programas semanais como o Cartoon Cartoons, além de vídeos clipes e anúncios dos desenhos novos da CN. Seus programadores poderiam também enriquecer a programação com o antigo Toonami, exibindo animes clássicos como Dragon Ball Z, Naruto, Sakura Card Captors e InuYasha. No site, poderiam ser inseridos jogos interativos, promoções, sorteios de prêmios para os fãs e nas redes sociais, poderiam ser feitas postagens interativas utilizando os personagens mais queridos pelo público. Se nada for feito, o Tooncast pode ser apenas um sonho passageiro.

O Tooncast tem muito a agregar, desde que se leve à sério seu potencial de cativar fãs do passado e do presente. Este é um apelo à sua proprietária Warner Bros. Entertainment, criadora de personagens eternos em nossas memórias.

Ramon Ribeiro - Professor e Redator

Redação Bem Estar Ouro Fino

                                                                                                                                      

 

 Redes Sociais

    

Um site feito especialmente para você que procura o melhor do bem-estar e auto-estima na Internet, sempre tendo a comodidade de encontrar um conteúdo saudável na web, que promova sempre o bem, o amor, a paz, o otimismo, a alegria, o conhecimento, a música, a informação e a educação. 

Nosso site está localizado na cidade de Ouro Fino, no Sul de Minas Gerais, como a primeira empresa de publicidade globalizada culturalmente de nosso município, promovendo a qualidade da internet ourofinense e do Brasil. Aproveite sempre o que o mundo tem de melhor! 

Sempre ótimos dias para você e sua família!