Qual é a origem da homofobia?

Uma coisa é combater o preconceito, outra é usar o preconceito ao seu favor.

Sabemos que a homofobia é um preconceito e isso é um fato, mas o que talvez não saibamos é qual a sua origem e porque os casos desta discriminação vêm tomando mais força a cada dia. 
Para começar, devemos analisar os dois lados da moeda e nesta moeda há a heterofobia e a homofobia. A heterofobia é a aversão a pessoas do sexo oposto e a homofobia é a aversão a pessoas do mesmo sexo. E ambas estão presentes em nosso meio. Enquanto homens são mais homofóbicos e rejeitam o contato físico com outro homem, as mulheres são heterofóbicas e não simpatizam, nem mesmo se dão muito bem em contato físico com um homem, ou seja, uma pessoa do sexo oposto. 
Mulheres se abraçam, mulheres trocam carinho e compartilham o mesmo banheiro, já os homens disputam entre si quem é o mais forte e o mais independente e isso logicamente dispensa demonstrações de afeto. 
Percebemos então que a heterofobia e a homofobia é comum entre os sexos e isso é ainda mais comum em homens e mulheres heterossexuais. 
Mas hoje, a tática do eufemismo distorceu o significado da homofobia e hoje a palavra adota um novo significado, que é a opressão e violência a pessoas homossexuais e esta síntese ganhou uma força surpreendente da mídia.
Depois de uma notícia sobre a revelação de um diagnóstico que comprovava que a homossexualidade era uma doença, gays de todo o mundo se revoltaram e saíram às ruas proclamando sua naturalidade sexual. Até aqui, tudo bem, o problema é que agora as coisas saíram do controle. 
Diante da opressão que várias pessoas homossexuais da entidade LGBT relatam ter sofrido, o governo decidiu dar uma atenção especial e exclusiva a essas pessoas, como bolsas de estudo e auxílio saúde exclusivo. Além também de promover a parada gay em São Paulo como se o carnaval tivesse ganhado uma nova época no calendário brasileiro. Acontece que a parada gay tem espalhado promiscuidade, imoralidade e depravação ao ar livre, podendo traumatizar crianças e pessoas com uma conduta religiosa rígida e que devem ser respeitadas segundo a democracia que apoia a cidadania. 
O fato de um transsexual ter aparecido crucificado em uma cruz, figurando Jesus Cristo foi de fato uma afronta à religiosidade, pelo fato de que nenhuma ideologia sexual que promova o prazer humano e a pornografia devem ser representadas usando o nome de seu Santo Deus em vão, isso é também uma afronta a lei da castidade imposta pelo próprio Jesus para o caminho da santificação e a cruz foi usada para promover os prazeres mundanos e carnais. E isso é considerado blasfêmia. 
Diante de tudo isso, claro que a Cristofobia também ganhou o seu destaque na mídia para ser debatida. Porque para que os homossexuais possam ter direito, é preciso abolir o cristianismo de uma nação? Atropela-se um direito para dar espaço a outro direito? Isso não é democracia, muito menos inclusão social. Isso está parecendo uma ditadura. 
A ditadura tem como fim impôr um pensamento ou uma ideologia que favoreça e privilegie apenas uma classe social, no caso, os LGBT's estão ganhando força política com relatos de homofobia e opressão. É um vitimismo visível a todos nós, para conseguir direitos. Isso é uma atitude bem infantil. Toda criança se faz de vítima para ganhar alguma coisa da mãe e com a classe LGBT, não é diferente. 
Nada em uma sociedade acontece de uma hora para a outra, é preciso transformação, é preciso debate, é preciso reflexão e a isso, a classe LGBT afronta completamente, querendo que a sociedade aceite à força uma ideologia marxista cultural sem direito a opiniões que não correspondam às suas vontades, e isso é facilmente associável com prisão e ditadura. 
Os homossexuais sempre foram aceitos em nossa sociedade. O que deu origem à homofobia são as suas atitudes birrentas de quererem ultrapassar barreiras e adentrar em instituições religiosas sem ao menos educadamente pedir a permissão daquele que pertence a essa doutrina e sem ao menos pedir a sua opinião. Nisso, toda e qualquer opinião que seja diferente a sua idelogia será considerada preconceito pelo fato de hoje, os homossexuais sentirem-se no poder de fazerem o que quiserem por conta de seus relatos de opressão dadas diretamente a pessoas heterossexuais. 
O casamento gay foi aprovado nos Estados Unidos e isto é uma vitória para eles, mas isso não garante que eles poderão mudar a conduta do cristianismo e afrontar a Palavra de Deus. Se os gays quiserem compartilhar da fé dos cristãos, deverão agir como cristãos e deverão louvar ao Senhor como fazem todos que estão dentro da Igreja. Isso é respeito ao Cristianismo. 
E se o amor homossexual se mostrar puro, poderá começar a ganhar uma certa atenção do Papa, dos Bispos e Sacerdotes. 
A Igreja é pura e prega a castidade, a negação a promiscuidade e o pleno contato com Deus e se os homossexuais estiverem dispostos a seguir estes ensinamentos, eles serão bem-vindos no Templo do Senhor, caso contrário, podem viver seus prazeres homoafetivos como quiserem, mas sem interferir na Fé Cristã. 
Se a homofobia existe, é porque aqueles que são vítimas dela abusam de seus direitos e privilégios para conseguir um certo tipo de poder governamental. 
E todo tipo de poder governamental que favorece só uma classe causa um certo tipo de medo nas pessoas e o preconceito provém do medo, o que dá origem à homofobia. 
O preconceito deve ser combatido sim, mas isso não pode interferir na inclusão social de todos os cidadãos, afinal, o Brasil é muito diversificado e não é só minorias que devem ser respeitadas, mas sim todas as diferenças culturais, religiosas, sexuais, regionais, raciais e educacionais. Isso é democracia! Isso é cidadania!  
 

Redação: Ramon Ribeiro dos Santos

 

 

 Redes Sociais

    

Um site feito especialmente para você que procura o melhor do bem-estar e auto-estima na Internet, sempre tendo a comodidade de encontrar um conteúdo saudável na web, que promova sempre o bem, o amor, a paz, o otimismo, a alegria, o conhecimento, a música, a informação e a educação. 

Nosso site está localizado na cidade de Ouro Fino, no Sul de Minas Gerais, como a primeira empresa de publicidade globalizada culturalmente de nosso município, promovendo a qualidade da internet ourofinense e do Brasil. Aproveite sempre o que o mundo tem de melhor! 

Sempre ótimos dias para você e sua família!