O mundo das castas

Parecemos realmente ainda infiltrados em um certo tipo de diferenciação de privilégios a qual, todos são definidos pelas classes sociais a qual se encontram as famílias brasileiras. Devemos admitir que o sistema antigo colonial do Brasil em que apenas as classes mais altas eram privilegiadas, em que ainda nesse tempo reinava o coronelismo e a escravidão, não, realmente ainda não está totalmente acabada, aniquilada ou falida. Nosso sistema colonial baseado em coronelismo, familiaridade e status social ainda reina nos quatro cantos de nosso país, desde as grandes metrópoles, onde o controle é menor até as menores cidades, onde o nível dessa cultura é altíssimo, chegando até a gerar certos preconceitos e dificuldades para muitas pessoas sem influência nesse ambiente. Sim. O Brasil não é tão radical como a Índia, mas podemos dizer com toda certeza, que nosso gigante sul-americano ainda vive às bases de castas, de nomes e de poder social, ou seja, de tradição histórica que é pertencente apenas a algumas famílias. Quanto mais história e mais fama aquela família tiver, mais e mais tradição conseguirá para conseguir muitos privilégios no mercado de trabalho e até na vida amorosa, como se o passado ainda fosse vivo, para muitos intelectuais, passado é passado, ou seja, coisa morta, mas a questão principal é que muitos de nós brasileiros não olhamos para as características próprias da pessoa e sim o que ela possui que pode trazer algo de benéfico ao adulador, olhando nesse lado verídico do mundo, sistema de casta é baseado em interesse. O coronelismo é ainda mais semelhante, pois os coronéis da época eram tão arrogantes e tão determinados a chegar ao mais alto cargo do poder de sua cidade que bastava alguém desobedecê-lo para ele ir até à casa do cidadão e matá-lo. Ainda sim, sempre perguntamos a qual família essa pessoa pertence, e é melhor que conheçam bem a família, pois se não for uma família muito privilegiada, com casta, pode não receber muita atenção, a menos que essas famílias façam o mais absurdo das arrogâncias e sejam os mais temidos e respeitados por toda a redondeza, não é o que ninguém quer fazer como fez a família Habsburgo, uma das famílias mais poderosas da história, mas cá entre nós, que a melhor opção é conseguir ser bem sucedido independente de qualquer pessoa, ser indidualista muitas vezes faz bem, afinal, de acordo com nossa sociedade altamente concorrente na atualidade, casta não deixa de ser uma forma de proteção para que não sejamos pegos pelos lobos. O segredo é ser cada vez mais forte em nossa sociedade e é essecial ser independente. 

Redação: Ramon Ribeiro

 

 

 

 Redes Sociais

    

Um site feito especialmente para você que procura o melhor do bem-estar e auto-estima na Internet, sempre tendo a comodidade de encontrar um conteúdo saudável na web, que promova sempre o bem, o amor, a paz, o otimismo, a alegria, o conhecimento, a música, a informação e a educação. 

Nosso site está localizado na cidade de Ouro Fino, no Sul de Minas Gerais, como a primeira empresa de publicidade globalizada culturalmente de nosso município, promovendo a qualidade da internet ourofinense e do Brasil. Aproveite sempre o que o mundo tem de melhor! 

Sempre ótimos dias para você e sua família!