O choro é livre né? Sabemos disso!

O arrogante e egocêntrico clichê "o choro é livre" virou modinha nas redes sociais como forma de argumento para demonstrar que não damos importância à opinião alheia na qual julgamos ser automaticamente opiniões ignorantes e inferiores ao nosso ponto próprio de vista! A frasezinha nojenta é uma forma de xingar da forma mais indireta possível qualquer adversário de ignorante em uma discussão e convencê-lo em uma posição superior de que sua opinião não tem valor no meio social por ser extremamente fugaz. É um verdadeiro e inteligentíssimo jogo de palavras para camuflar ofensas e amenizar significados que podem ocasionar sérios conflitos. Mas isso não é de hoje! Basta dizer que tem uma opinião diferente que já levamos a etiqueta de preconceituosos, não que opiniões mudem o mundo, não mudam; são através de atitudes que acontece a mudança, mas não corresponder à opinião da massa é certamente pedir para ser um excluído da sociedade e diante disso, é preciso ter pulso firme em personalidade.

Logicamente que ter uma opinião não significa oprimir. Opressão já é relativo a ofensa, a violência e não-aceitação social. Opinião difere disso, é apenas uma visão de mundo construída em cima dos fatos que nos cercam e isso não precisa machucar ninguém, claro, quando não é exposta aos quatro ventos sem a intenção de ouvir e dar atenção às outras opiniões, que sempre são construídas através de vivências. Se o Brasil está assim, com tantos conflitos sociais, é por quê estamos querendo opinar demais e ouvir de menos. Pensamos que somos os donos da verdade e que nenhuma outra tese ultrapassa as barreiras de nossa "incrível sabedoria". E quando alguém tenta quebrar essa barreira, está comprando um inimigo. Será que não devemos parar de bancar os gênios e ouvir mais? O Brasil está com falta de "mentes abertas" e isso torna a crise ainda maior! Quem aqui está acima da verdade? Ninguém! E se houvesse alguém, já teria mudado o país! O Brasil precisa estar aberto para o diálogo e para o debate e através disso encontrar não verdades, mas sim soluções que favoreçam a todas as pessoas, pois todos nós temos dignidade e parar assim de ficar ofendendo os outros, como tipo? "Vá estudar! Volte pra Escola! Seu coxinha! Seu gayzinho! Seu homofóbico! Seu neguinho! Seu racista! Seu petralha!, Seu machista" e outros do gênero! Parece que todo mundo quer ser revolucionário sozinho, mas nos esquecemos de que nenhum revolucionário fez nada sozinho! Não sabemos o que pretendemos! Afinal, queremos viver em uma nação mais justa ou ter uma biografia na Wikipédia? Precisamos saber o que queremos e opinar menos e agir mais!

Mas, como o "choro é livre" e está na moda, então faremos questão de usufruir deste direito para chorar algumas realidades, afinal quem não chora não mama!

Enquanto discutimos términos de casamentos de bandas famosas espalhadas em postagens por aí, cerca de 2 bilhões de pessoas passam fome todos os dias em todo o mundo e provavelmente 1 bilhão de pessoas vai dormir sem comer esta noite!

Enquanto ficamos presos a ideologias e discussões intermináveis de esquerda e direita, petistas e tucanos, bandeiras de lá, bandeiras de cá, católicos e evangélicos, ateus e religiosos, gays e machões, feministas e machistas, o rombo de nosso país já chegou a um recorde histórico de 51,8 bilhões de reais, deixando milhares de famílias na miséria, reféns de um salário de pão e água.

Enquanto discutimos números e estatísticas, de quem é mais ou menos oprimido, de quem morre mais e de quem morre menos, a realidade dispensa as diferenças humanas e nos coloca todos juntos em uma quadro de crise humanitária! Cada vez mais e mais pessoas são assassinadas em guerras civis, assaltos e conflitos entre facções criminosas. Pessoas são torturadas, humilhadas, mortas por seres que deviam estar presos, mas estão soltos; por que estamos ocupados demais em mostrar quem tem mais razão diante das desgraças que acontecem no mundo!

Enquanto discutimos gostos musicais e se isto ou aquilo é errado diante dos olhos de Deus, o mundo continua refém do sofrimento, gritando desesperado por uma luz que venha do céu!

Mas é claro que essa matéria é moralista! Como não seria? E claro! Me sinto cansado de escrever matérias desta categoria! Poucas pessoas leem! A maioria critica! E de matérias assim, deste tipo, sempre surgem mais discussões intermináveis e nenhuma ação!

Sair da zona de conforto? Nem pensar! A ideia é estar certo e não lutar pelo que é certo!  

E assim, o mundo continua, cheio de opressão e sofrimento!

Calma, só estou usufruindo do meu direito: "O choro é livre".

Texto: Ramon Ribeiro dos Santos

 

 Redes Sociais

    

Um site feito especialmente para você que procura o melhor do bem-estar e auto-estima na Internet, sempre tendo a comodidade de encontrar um conteúdo saudável na web, que promova sempre o bem, o amor, a paz, o otimismo, a alegria, o conhecimento, a música, a informação e a educação. 

Nosso site está localizado na cidade de Ouro Fino, no Sul de Minas Gerais, como a primeira empresa de publicidade globalizada culturalmente de nosso município, promovendo a qualidade da internet ourofinense e do Brasil. Aproveite sempre o que o mundo tem de melhor! 

Sempre ótimos dias para você e sua família!