O Brasil e suas massas de manobra

 

A presença das várias manifestações e protestos que ocorrem no Brasil vêm acompanhadas de vandalismo, ofensas, gritos, danos morais, materiais e imateriais. Tudo isso é promovido por um governo corrupto e chama-se "Massa de Manobra". O nome originou-se de uma teoria simbólica do sociólogo francês Pierre Bourdieu.

A televisão é o meio mais usado pelo governo para construir uma massa de manobra.

 

O Brasil está atualmente cheio de ideologias que favorecem grupos individuais e que nunca incluem outras diversidades que não correspondem aos seus ideais políticos, religiosos e sociais. Se realmente soubéssemos que tudo isso se trata de uma luta do poder pelo poder, talvez estaríamos bem mais alerta a ponto de não deixarmos nos influenciar pelos seus argumentos de preconceito e intolerância. 

Hoje, existe ideologia em tudo; em homens, mulheres, negros, brancos, heterossexuais, homossexuais e para o absurdo, até para pedófilos. Estas ideologias existem para mobilizar as pessoas em favor de subornos coletivos, desvio da luta contra a corrupção e garantia de votos desta ideologia, que sempre elege um líder para representar cada classe social. 

Tudo isso citado se encaixa perfeitamente no conceito criado por Karl Marx e Friedrick Engels: "O marxismo cultural", que tem como ideologia e objetivo o fim da desigualdade social e a implantação do comunismo para garantir o bem comum de todos, sem excessão alguma. 

O socialismo utópico de Marx tem como objetivos iniciais a abolição da família tradicional e da igreja católica, pois estes dois fatores são os que mais contribuem para a desigualdade social do mundo e prega-se também como ápices de todo tipo de preconceito. Segundo o marxismo cultural, a família e a igreja precisam deixar de existir para que a igualdade absoluta aconteça em todos os ângulos sociais, fisiológicos e ideológicos, para que assim, não haja mais diferença entre homens e mulheres, heteros e homos, negros e brancos e nem entre crianças e adultos. Ou seja, uma sociedade sem regras é uma sociedade livre. 

A interpretação marxista sobre o conceito família baseia-se em prisão e opressão. É visto hoje como uma instituição opressora e é exatamente por isso que o paradigma "tradicional" deve ser quebrado, pois assim a liberdade sexual e de expressão acontecem. 

 

Por quê isso é uma armadilha governamental?

Para se conseguir implantar o marxismo cultural em uma nação, o governo precisa criar "massas de manobra". Mas o que seria isso? A massa de manobra trata-se de um grupo de pessoas que acabam sendo manipuladas e motivadas por uma determinada ideologia ou opinião pré-formada em valores morais e éticos por um líder político ou grupo político que esteja contantemente presente na mídia e que promove passeatas e movimentos a estes grupos para defenderem a ideologia na qual essas pessoas são influenciadas. 

E hoje o Brasil está cheio de grupos de massas de manobra, cada uma com o seu líder! 

Sindicatos de Professores, Movimento dos Trabalhadores Sem Terra, Movimento dos Trabalhadores Rurais, Movimento dos Atingidos por Barragens, Movimento Feminista, Movimento dos Caras Pintadas, LGBT, Pequenos Agricultores, Mulheres Camponesas, Movimento Negro, entre outros. 

As massas de manobra são mantidas através de benefícios dados pelos seus próprios líderes políticos, como um bom exemplo, o "Bolsa Família" e o "Bolsa para Travestis" e assim retribuem com votos e movimentos para que o grupo cresça e os benefícios também e para isso, atropela-se direitos de outros, o que seria a coletividade de um país, ou seja, ataca-se a democracia e dá-se início a uma ditadura de minorias. Quando dizem estar lutando por igualdade, na verdade estão lutando por mais benefícios estatais. Seria uma corrupção mascarada dentro do próprio povo. 

 

Trata-se de Inocência das Pessoas?

Geralmente sim! A massa de manobra é construída em cima de pessoas que ainda não são providas de opinião própria e que ainda não sabem como podem conquistar uma vida melhor e é neste momento que surge um super-herói na vida destas pessoas. Trata-se dele, do líder político confiante e carismático que o estende a mão e joga a culpa de todos os problemas de sua vida em cima de classes dominantes, no caso, homens, brancos, heterossexuais, burgueses e universitários. Diante disto, movimentos e protestos começam, gerando o despertar do racismo, da homofobia, do machismo e do preconceito social. 

Naturalmente são esses preconceitos e fobias que alimentam o ódio de justiça destas massas e assim aumentam-se benefícios estatais destes grupos, os colocando em uma posição de oprimidos e necessitados, garantindo a eles cada vez mais poder e chegando cada vez mais perto de seus objetivos, que é abolir o que já conseguiram rotular como opressores: a igreja e a família. 

Mal sabem eles que estão apenas contribuindo para o fim da ética dentro da nação e para o fim da democracia, para assim, garantir poder absoluto ao governo em tudo e todos. 

É por isso que as massas de manobra são sempre compostas por pessoas fáceis de manipular e que passam a ter a mesma identidade e pensamentos de seu líder político, ou seja, seu herói ou seu líder. 

É uma guerra do poder pelo poder.

 

Massas de Manobra na História!

Um grande exemplo de massa de manobra na história foram os alemães que, desesperançosos, humilhados, oprimidos e em plena crise, decorrente de sua derrota na primeira guerra mundial, encontraram um sinal de esperança em uma figura confiante, carismática e altamente astuta. Ele mesmo: Adolf Hitler. O nazista pregou a ideologia de justiça e vingança com as próprias mãos e os alemães deixaram-se seduzir pelas suas promessas de uma Alemanha Próspera e rica! Mas para começar toda esta revolução, Hitler precisava encontrar um grupo dominante na qual pudesse taxá-lo de opressor e culpado pelas desgraças dos alemães. Quem Hitler escolheu? Os judeus! Pois possuíam muitas riquezas e um grande status social respeitado no mundo todo. 

Hitler implantou na mente de cada alemão que era preciso humilhar, massacrar e exterminar cada judeu para que o orgulho alemão fosse ressussitado e assim, deu-se início ao maior conflito mundial da história da humanidade.   

O identidade alemã começava a ser recuperada através de um grande holocausto. 

Há quem hoje culpe a causa da crise brasileira no imperialismo dos Estados Unidos, nós sabemos muito bem quem! 

 

O Fanatismo!

O nível de fanatismo em um grupo ou classe social pode chegar a níveis extremos, a ponto de ofender ou ridicularizar uma ceita ou religião, ignorando o meio social e as diversidades e até mesmo chegando a ponto de matar e destruir laços de família e de amizades. 

A não-aceitação de outras opiniões leva o ser humano a se tornar uma pessoa intolerante, por conta de acreditarem fielmente nas ideologias falsas de seus líderes, que prometem justiça e igualdade. 

É exatamente por isso que hoje uma opinião divergente se torna um tipo de preconceito. Pois se trata de uma ideia que não corresponde à ideologia proposta pelo Estado. E somente "Pelo Estado". 

 

Maiorias e Minorias

Se hoje a sociedade brasileira está dividida entre maioria opressora e minoria oprimida, é por conta de estarmos apenas interessados em lutar por direitos e nunca por deveres. Este julgamento premeditado nos fazem cegos ao que precisa realmente ser combatido. É claro que a homofobia é um crime e precisa acabar, é claro que machismo, racismo e outras formas de preconceito são características de uma nação atrasada, mas querer transformar o oprimido em opressor e o opressor em oprimido é completamente contraditório e paradoxal. É preciso dar o direito de liberdade individual para que o cidadão reflita, pense e seja emanciapado de qualquer instituição, seja religiosa ou governamental, para que sua cidadania tenha valor em todos os ângulos, garantindo-lhe direitos e deveres como todo mundo. A igreja não está mais aqui para ditar regras sociais, está aqui para ensinar uma religião e uma conduta, e com ela, concorde quem quiser. A família tradicional é um modelo de família correto, mas não necessariamente o único. A base de uma família é e sempre será o amor coletivo, o compromisso, e quem sonha e deseja a liberdade sem regras, não pode usufuir deste cenário. A família protege, dita regras e repreende e quem encara isso como opressão, que viva sozinho. Família envolve muita gente e para cada ato e escolha que você faz, refletirá nos valores morais e éticos de cada membro. Se alguém quiser ser dono do próprio nariz, que renuncie a família!

Se minorias devem ser respeitadas, devem saber também cumprir com os seus deveres, que é respeitar o próximo, e isso vale para maiorias, minorias e diversidades. Já que a humanidade sempre se divide em grupos, que cada grupo respeite o outro.

 

De: Ramon Ribeiro dos Santos
Jornalismo Bem Estar Ouro Fino

 

Para saber mais: 
Música: "Admirável Gado Novo - Zé Ramalho"
Livros: "Psicologia do Oprimido - Paulo Freire"
              "A Revolução dos Bichos (Animal Farm) - George Orwell"
              "Os Dez Mandamentos da Ética - Gabriel Chalita"
              "Sobre a Televisão - Pierre Bourdieu"
              "A Dominação Masculina - Pierre Bourdieu"
Filmes: "Divergente - Summit Entertainment - Red Wagon Entertainment - 2014"
              "O Pianista - Focus Features - 2002"
              "A Lista de Schindler - Universal Pictures - 1993"
Frase: "Quando a educação não é libertadora, o sonho do oprimido é ser o opressor". - Paulo Freire
 

 

 Redes Sociais

    

Um site feito especialmente para você que procura o melhor do bem-estar e auto-estima na Internet, sempre tendo a comodidade de encontrar um conteúdo saudável na web, que promova sempre o bem, o amor, a paz, o otimismo, a alegria, o conhecimento, a música, a informação e a educação. 

Nosso site está localizado na cidade de Ouro Fino, no Sul de Minas Gerais, como a primeira empresa de publicidade globalizada culturalmente de nosso município, promovendo a qualidade da internet ourofinense e do Brasil. Aproveite sempre o que o mundo tem de melhor! 

Sempre ótimos dias para você e sua família!