Dinheiro não traz felicidade, e sim ilusão!

 

 

Normalmente vemos em nossa sociedade uma grande diferença entre os ricos e os pobres, essa distinção é visível em aspectos como muitos sorrisos, muitas amizades, muita comida, muito conhecimento e bem-estar em todos os lugares. Todos esses aspectos são perfeitos para pessoas poderosas, que se dão ao luxo de dizer: isso eu quero e isso eu não quero. Esta é uma característica que 75% da população mundial não usufrui, no caso, a classe pobre. Pra começar, na opinião de muitos religiosos não deveria existir o capitalismo nem nenhum outro sistema de governo que insira o dinheiro, pois nosso Deus nos forneceu a salvação gratuitamente e de graça devemos ofertá-la, vêmos também que quem tem muito dinheiro não é feliz, é apegado, mas é um tipo de apego que dá prazer e também a certeza de que tudo está seguro com a riqueza, quando na verdade, toda segurança humana é supéflua à segurança de Deus, e por fim, existem muitos interesses alheios também, afinal, a maioria das pessoas não faria mal à uma pessoa rica, primeiro para não perder sua amizade, e segundo para ser prejudicado moralmente.

Se colocando no corpo de uma pessoa rica temos: muitos amigos, beleza artificial, as melhores roupas, os melhores conteúdos estudantis, sempre um ou uma pretendente, as melhores viagens, mas também, esquecimento pleno de compaixão, partilha, generosidade, e convívio com Deus.

Simplesmente porque o dinheiro nos oferece tanta comodidade que nos faz sentir dignos de não precisar de ninguém por perto, fora o medo de perdermos o conforto que acaba nos impedindo de fazer qualquer generosidade, por medo da conversão.

Algumas pessoas são tão loucas por dinheiro, que chegam a enganar os outros comercializando aquilo que na visão da religião é de graça. Um exemplo são os pastores e cantores gospel que através da idolatria expressada em gritos que insinuam sofrimento, fazem com que pessoas inocentes sejam convencidas de que a extinção do sofrimento está no ofertório de venda de lugares no céu. Isso é ridículo. Muitos cantores gospel fazem com que as pessoas discriminem outras músicas, dando à eles mais audiência e dinheiro, e claro, comercializando um ser que pertence a todos os seres vivos da natureza: Deus.

Esse dinheiro faz com que haja preconceito entre as igrejas, evangélicos caluniam os católicos quando na visão certa, um católico e uma evangélica poderiam até namorar sem restrições.

A igreja católica cometeu também seu erros por dinheiro, mas é importante lembrar que nossa doutrina é e sempre foi feita por seres humanos, e tudo o que o ser humano faz é imperfeito. A igreja católica tem também uma virtude, ela está sempre de portas abertas e não discrimina ninguém. Até mesmo um criminoso é bem-vindo para conversão. E se Deus nos deu o livre arbítrio sobre o caminho que queremos seguir, não cabe a outra pessoa nos convencer sobre o que é certo e o que é errado, mas cabe a nós mesmos decidirmos.

A vida é de graça! A salvação também!

 

Texto: Ramon Ribeiro

 

 

 

 Redes Sociais

    

Um site feito especialmente para você que procura o melhor do bem-estar e auto-estima na Internet, sempre tendo a comodidade de encontrar um conteúdo saudável na web, que promova sempre o bem, o amor, a paz, o otimismo, a alegria, o conhecimento, a música, a informação e a educação. 

Nosso site está localizado na cidade de Ouro Fino, no Sul de Minas Gerais, como a primeira empresa de publicidade globalizada culturalmente de nosso município, promovendo a qualidade da internet ourofinense e do Brasil. Aproveite sempre o que o mundo tem de melhor! 

Sempre ótimos dias para você e sua família!