Caso Bel para Meninas precisa ser esclarecido

Caso Bel para Meninas precisa ser esclarecido

Canal Infantil vira alvo de denúncias de abuso psicológico e mobiliza Internet

O mês de maio foi marcado por múltiplos acontecimentos na esfera política que despertaram o foco de nossa atenção. Como se não bastasse, a pandemia do coronavírus cresce cada vez mais, colocando-nos em um estado de alerta ainda maior e um quadro cada vez mais preocupante. Contudo, em meio a todo esse barulho, a mídia, os formadores de opinião e até mesmo o público em geral tem pouco se manifestado a respeito de um misterioso caso envolvendo uma menor da idade que supostamente pode ter sofrido abusos psicológicos por parte dos pais.

Trata-se de um canal chamado “Bel Para Meninas”, que já existe a mais de 5 anos e que apresentava inicialmente o cotidiano da menina Bel junto a mãe Fran, onde elas registram em vídeo várias atividades, brincadeiras e passatempos, com o propósito de interagir o público. Mas algo começou a chamar a atenção das pessoas com relação aos conteúdos apresentados.

Em alguns vídeos, é possível identificar alguns abusos morais e psicológicos por parte da mãe de Bel, Fran, que obriga a filha a passar por momentos constrangedores e também desconfortáveis na gravação de vídeos para o público do canal. Com isso, denúncias começaram a ser registradas no Conselho Tutelar, ganhando logo repercussão na TV através do programa Cidade Alerta, da TV Record. Com esta repercussão midiática, a hashtag #SalveBelParaMeninas ganhou destaque no Twitter nos últimos dias e o caso já é repercutido por outros youtubers, jornais e influenciadores.

 

Ao pesquisarmos sobre os vídeos que exibem supostas situações de assédio moral e de abuso de menores contra Bel, que grava vídeos no YouTube sob a tutela de mãe desde muito nova, é possível notar através de linguagens corporais, faciais e até verbais sinais discretos de constrangimento e de medo por parte de Bel. Em alguns outros vídeos, há situações explicitas de pressão psicológica e até de exposição ao ridículo. Vídeos que chamaram muito a atenção são de episódios incomuns em um ambiente familiar saudável, em que Bel é obrigada a engolir alimentos ou substancias que não lhe fazem bem, provocando seu mal-estar. E outros episódios como a menina sendo levada pela correnteza, constrangida por ter de ir para a escola com uma mochila que não é de seu gosto, mas de gosto do público e quando ela entra no carro chorando por ter tirado uma nota baixa na prova de matemática.

Todos esses momentos, segundo a psicanálise, não são saudáveis para o desenvolvimento da criança, podendo atrasar seu amadurecimento e até despertar graves casos de ansiedade patológica.

Com a cobrança ainda maior do público, Francinete, mãe de Bel, gravou um pronunciamento no canal, junto ao pai Maurício, que acompanha as gravações, esclarecendo que todas as acusações e denúncias são falsas e que a família é alvo de inveja.

Segundo o apresentador do Cidade Alerta Luiz Bacci, a Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente já abriu inquérito para investigar a postura de Francinete. E ainda segundo Bacci, o Conselho Tutelar já encaminhou a garota para uma assistência psicológica e o Ministério Público irá atuar no caso.

 
Jornalismo Bem Estar Ouro Fino 

 

 Redes Sociais

    

Um site feito especialmente para você que procura o melhor do bem-estar e auto-estima na Internet, sempre tendo a comodidade de encontrar um conteúdo saudável na web, que promova sempre o bem, o amor, a paz, o otimismo, a alegria, o conhecimento, a música, a informação e a educação. 

Nosso site está localizado na cidade de Ouro Fino, no Sul de Minas Gerais, como a primeira empresa de publicidade globalizada culturalmente de nosso município, promovendo a qualidade da internet ourofinense e do Brasil. Aproveite sempre o que o mundo tem de melhor! 

Sempre ótimos dias para você e sua família!