A saúde no Brasil faliu!

"Nunca em meus seis anos de trabalho no setor da saúde houve tanta falta de vacina, remédios e antibióticos como há hoje". 
Esta é a fala de uma funcionária pública que atende pessoas no posto de saúde dos Capuchinhos no centro de Ouro Fino MG. 
Vacinas estão em falta. Remédios na farmácia pública: "excassos". Quanto aos protocolos, a maioria já foram adulterados para camuflar a incompetência e a sujeira do governo do Estado de Minas, que suga dinheiro público em impostos e energia e nada retorna em benefícios para o bem dos cidadãos, que em prioridade, são saúde, alimentação e segurança. 
Ouro Fino é uma cidade como muitas outras que estão afundadas no caos do desrespeito ao cidadão e seu direito de ir e vir. Sem segurança nas ruas e sem fiscalização de animais e infratores, a cidade convive com o medo em suas noites de pleno silêncio. 
Uma quantidade enorme de animais abandonados circulam pelas ruas e bairros da cidade em busca de abrigo e comida e consequentemente podem acabar contraindo doenças que servem de ameaças a humanos.
E se houver uma emergência ligada à violência de animais, será que haverá ferramentas necessárias para o pronto-atendimento? A Santa Casa de Ouro Fino já mostra que não e junto à ela, todos os outros quatro postos de saúde da cidade. 
A ambulância particular da Defesa Civil é uma "lata velha" literalmente, e isso corresponde a um serviço demorado e sem qualidade. Casos de emergência estão praticamente fora de cogitação desta entidade. 
E como o brasileiro se sente diante de tudo isso? Um lixo! 
Falando francamente, o brasileiro se sente sem dignidade e sem valor algum a partir do momento que pisa em um hospital público. 
Não apenas por conta das irregularidades do estabelecimento, mas também pelo péssimo atendimento de seus funcionários, que acham que seguir protocolos é mais importante do que a saúde de uma criança com febre amarela ou um adulto com mordida de cachorro. 
O problema em parte dos brasileiros é que muitos de nós não sabemos como nos defender diante de tanta injustiça e por fim, preferimos ignorar, contornar a situação e tocar a vida do jeito que dá. 
A famoso "jeitinho brasileiro" é fruto de uma sociedade que desconhece os seus direitos e que não possuem instrução adequada para lutar por eles. 
Os economistas nos dizem: "Economizem ao máximo e não comprem nada." Quase traduzível para: "Passem fome". 
Estas instruções vagas de economistas bem sucedidos sustentados pelo governo nos revela o que os governantes realmente querem que façamos: "que abaixemos a cabeça e que deixemos eles nos roubarem mais e mais." 
Mas a instrução para protestar e lutar eles não dão. Isso pode lhes arrancar a mordomia. 
São excelentes atores quando o assunto é fingir ser um amigo quando na verdade, nas suas costas, estão puxando o seu tapete. 
ISSO É UMA VERGONHA!
 

Texto: Ramon Ribeiro dos Santos

Jornalismo Bem Estar Ouro Fino

 

 Redes Sociais

    

Um site feito especialmente para você que procura o melhor do bem-estar e auto-estima na Internet, sempre tendo a comodidade de encontrar um conteúdo saudável na web, que promova sempre o bem, o amor, a paz, o otimismo, a alegria, o conhecimento, a música, a informação e a educação. 

Nosso site está localizado na cidade de Ouro Fino, no Sul de Minas Gerais, como a primeira empresa de publicidade globalizada culturalmente de nosso município, promovendo a qualidade da internet ourofinense e do Brasil. Aproveite sempre o que o mundo tem de melhor! 

Sempre ótimos dias para você e sua família!