A desigualdade social aumentou a níveis extremos! E isso significa uma grande retração na economia global.

A crise mundial existe, mas não é por causa do mal desempenho das empresas e indústrias, mas sim, por causa do enorme aumento de desigualdade social desde a crise de 2008. 
A maior parte das riquezas de todo o mundo se concentra nas mãos de uma minoria extremamente pequena. E todo esse dinheiro é sugado por meio de impostos, inflação e em alguns casos, em guerras. 
Só para se ter uma ideia, apenas  1% da população mundial concentra hoje metade de toda a riqueza do planeta. Esse aumento teve início em 2008, e chega ao ápice hoje, em 2015! 
Sim! Teve gente que lucrou com a crise!
 
O governo já anunciou em seu orçamento a previsão de crescimento do PIB para 2016! 
O PIB é a soma de tudo o que é produzido e vendido do país, o que corresponde ao número de empresas em atividade, às prestações de serviços realizadas, ao surgimento de novas vagas de emprego e à produtividade e atividade de empresas no mercado. 
Ou seja, se o PIB vai bem, o mercado vai bem e o país fica bem. 
Mas o problema, na verdade, não é a falta de produtividade das empresas e indústrias brasileiras, mas sim, a alta taxa de inflação, que por fim, provoca aumento de impostos, aumento das contas de energia e aumento de gastos em todos os setores. 
Isso faz com que empresas aumentem espantosamente os preços de seus produtos e serviços para que possam cobrir suas despesas e aí, tudo fica mais caro: "comida, luz, água, gasolina, enfim, Tudo." E quando empresas decidem economizar, ocorrem demissões, cortes em orçamentos e muito desemprego. 
O brasileiro enfim, perde seu poder de compra e passa a viver à mercê apenas do essencial para sobreviver. 
Mas mesmo assim, há produção! 
É que no Brasil, a sua empresa tem produtividade, mas o lucro é todo deles. 
E todo esse lucro é sugado nos impostos. Se o empresário não paga, estará cometendo irregularidades e isso pode sujar seu nome. Mas sejamos realistas: "a sujeira está toda com eles, que fazem as leis ao seu favor particular". 
O nome disso é corrupção e está a cada dia afundando mais nosso país. Mais!!! Está afundando a economia global! 
O FMI (Fundo Monetário Internacional) cortou na terça-feira passada (19), suas previsões de crescimento global para 2016 pela terceira vez em menos de um ano. Isso decorre de uma forte desaceleração do mercado chinês, na qual o Brasil já é bem dependente. Isso afetará a economia do Brasil e também de seus colegas emergentes. 
Isso aponta que o Fundo prevê que a economia mundial vai crescer apenas 3,4% em 2016 e 3,6% em 2017, ambos os anos com corte de 0,2 ponto percentual das previsões anteriores em outubro de 2015. 
Todas as atualizações do relatório de "Perspectiva Econômica Global" são decorrentes de uma forte desaceleração da China e a forte queda dos preços do petróleo. 
O FMI manteve suas previsões sobre o crescimento da China de 6,3% para 2016 e de 6% para 2017, um número muito inferior a anos anteriores, com previsões d crescimento de 6,9% para 2015 e de 7,3% para 2014. 
Já para o Brasil, os resultados são alarmantes! 
Segundo o FMI, o Brasil mostrará resultados negativos para este ano, o que resultará em um forte decrescimento de sua economia e para 2017, as previsões de crescimento para o país são de "0". Ou seja, nossa economia estará empacada. 
Para este ano, O Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil deve sofrer retração de 3,5% este ano, ante projeção de contração de 1% feita em outubro. Em 2017, o Fundo prevê que o Brasil deve registrar estagnação econômica, deixando de ver expansão de 2,3% como antes, em 2011, 2012 e 2013. 
Será o maior atraso econômico do Brasil desde o Plano Real, de 1994, e até o final do ano, se tornará a mais intensa desde a crise mundial de 2008. 
O Brasil só passou por uma depressão maior do que a atual no Plano Collor, em que a inflação chegou à casa dos 80% mensais, confiscando dinheiro dos depósitos bancários, resultando em um encolhimento de 7,7% em seu PIB. Na época, a maior retração da história! 
Entre as principais economias globais que se mostram piores que a do Brasil atualmente, estão apenas Rússia e Ucrânia, ambos envolvidos em confrontos armados e a vizinha Venezuela, que vive o colapso ditatorial do chavismo. 
Já para os Estados Unidos, o FMI aponta um crescimento de 2,1% para 2016, devido principalmente à alta do dólar e seu domínio sobre as exportações. 
Para o continente europeu, uma previsão positiva de 1,7%, graças ao ótimo desempenho das economias de Alemanha e Espanha. 
Logicamente, que se o Brasil continuar com o regime autoritário de retração econômica e alta da inflação, a economia do país se tornará a mais desvalorizada da América Latina e passará a bola da liderança sul-americana para a Argentina, que atualmente se recupera de uma enorme taxa de desvios em seus ministérios. 
Se a inflação não parar, as empresas não vão sobreviver à enorme taxa de tributos e fecharão as portas, gerando mais desempregos. 
Já aconteceu com a Petrobrás, atualmente falida. 
Nunca uma empresa de grande porte permanece no mercado com ações em valor tão baixo. 
Não estamos falando da publicidade da empresa, mas de sua baixa produtividade em barris de petróleo, que sim, prejudicou a economia global. 
O Brasil, se quiser se salvar, precisa pôr um fim na inflação desenfreada. 
Por que, afinal, é muita injustiça! Para onde vai tanto dinheiro que as principais economias do mundo, como a nossa, produzem? 
Acabar com a corrupção precisa estar em nossas prioridades, se quisermos ter uma vida melhor, com direito à cidadania. 
A corrupção é aliada da ditadura, do comunismo, do atraso econômico e da hipocrisia. 
País livre é país que cresce! 
 
Ramon Ribeiro dos Santos
Jornalismo Bem Estar Ouro Fino

 

dealform 728x90
728x90_ShutterStock-Culture_BR_animated
35 Percent off Avira Consumer Product 728x90

 

 Redes Sociais

    

Um site feito especialmente para você que procura o melhor do bem-estar e auto-estima na Internet, sempre tendo a comodidade de encontrar um conteúdo saudável na web, que promova sempre o bem, o amor, a paz, o otimismo, a alegria, o conhecimento, a música, a informação e a educação. 

Nosso site está localizado na cidade de Ouro Fino, no Sul de Minas Gerais, como a primeira empresa de publicidade globalizada culturalmente de nosso município, promovendo a qualidade da internet ourofinense e do Brasil. Aproveite sempre o que o mundo tem de melhor! 

Sempre ótimos dias para você e sua família!